·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




quarta-feira, 9 de setembro de 2009

Ignorânia? Falta de informação? Influência?

"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidades e direitos. São dotados da razão e consciência e devem agir em relação uns com os outros com espírito de faternidade." - Artigo 1* da Declaração Universal dos Direitos Humanos. Apesar desse nobre ideal, o preconceito e o racismo ainda afligem a humanidade. Essa triste realidade é um reflexo não só dos nossos tempos, mas também da imperfeição do ser humano.
O preconceito leva as pessoas a distorcer, entender errado e até desconciderar os fatos que contrariam suas opiniões preconcebidas. Ele se origina de valores familiares aparentemente inocentes, mas mal direcionados, ou de conceitos distorcidos que algumas pessoas deliberadamente espalham sobre outras raças e culturas. O preconceito pode ser fomentado pelo naionalismo e por falsos ensinamentos religiosos. E pode ser resultado de orgulho exagerado.
Os racistas acreditam na "superioridade biológica, cultural e/ou moral de determinada raça, ou de determinada população, povo ou grupo social", diz um dicionário. Contudo, a Enciclopédia Delta Universal declara que "não há nenhuma comprovação científica para apoiar as teses de superioridade [racial]". As extremas injustiças promovidas pelo racismo, como sistematicamente negar direitos às pessoas são uma evidência dolorosa de que ele se basia na falsidade e mentiras.
Na forma de arrogância ou autoestima excessiva, o orgulho pode deixar a pessoa mais inclinada ao preconceito. Por exemplo, pode deixar a pessoa propensa a sentimentos de superioridade ou de desprezo pelo pobres e pelos de pouca instrução. Pode também levá-la a crer na propaganda ideológica que exalta sua nacionalidade ou etnia. Propagandintas astustos, como foi o caso de Adolf Hitler, deliberadamente estimulam o orgulho nacional e racial para conseguri o apoio das maças e digamar aqueles considerados diferentes ou indesejados.

4 medos:

Milena' disse...

Assim, não acho errado ter orgulho de ser o que é. Mas acho que tudo tem um limite, e acho necessário saber entender que os outros também têm orgulho de sua raça, sabe? E saber respeitar os direitos dos outros é essencial.
Acho que o que causa o preconceito é a burrice de não saber dar o espaço dos outros, afinal, o que muda é só o de fora. Beem lá no fundo todos somos iguais.
:*

Erica Ferro disse...

Preconceito e discriminação são dois venenos perigosos e destruidores.

Abaixo o preconceito, a discriminação e tudo o provém deles!

;*

Isabella Diniz disse...

preconceito é um veneno tanto pra quem discrimina, quanto pra quem é discriminado . E é um cliclo que infelismente , parece não parar tão cedo.

gostei muito do seu texto , tô te seguindo ! beijos :* sucesso sempre viu ?!

Thaís C. disse...

Preconceito é uma atitude horrível. Não somente na questão racial, mas todos os tipos que existem. Todos poderão ser discriminados um dia por alguma coisa, e isso não é nada legal. Preconceito deveria ter um fim... mas pelo jeiro não vai acabar tão rápido e cedo assim. =//