·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




terça-feira, 31 de março de 2009

Procura-se




Ultimamente a vida tem me sorrido com muita frequencia. Me ofereceu otimas oportunidades e cá estou eu aproveitando delas.
Estive perdida dentro de mim durante umas horas semana passda, mas nada de mais me ocorreu. Então fui a luta, me levantei e quase ganhei uma guerra.
Meus devaneios porém continuavam a me perseguir. Mas foi que pensei em me render a eles. Havia tanto tempo que eu me questionava sobre tanata coisas que quando elas vieram a tona, facas afiadas envadiram meu coração e lá estava eu morrendo deitada no chão ao lado da minha cama.
O radio do meu lado não me deixava em paz. Me colocava para baixo cada vez mais. Acho que devo ter ouvido noventa vezes seguidas 7things da Miley Cyrus. MAs quando me parecia perdido comecei a me por a trabalhar. Fui arrumar meu guarda-roupa que gritava desesperadamente por ajuda já havia uma semana.
Abrindo-o me dei conta de algo bem interessante. De como minha inspiração melhora quando quero morrer de tédio e coisas a mais.
Me dei conta que não era para tanto assim. Pessoas vem e vão a toda hora na nossa vida.
Lá dentro, por debaixo de uma pilha de esquecimento eterno encontrei algo que trouxe a vida em 5 minutos milagrosos.
A rosa. Uma rosa linda e vermelha que nunca murcharia. Ana Carolina - Rosas
Foi olhando para aquela rosa durante uns dez minutos interios que percebi que a vida não foi feita para se lamentar, ou para se esquecer de momentos eternos.
Ora, durante muito tempo achava que tudo que me fazia sofrer deveria para na lata de lixo sem questionamento. Estava errada, como sempre. Porque nunca devemos esquecer de algo que um dia nos fez bem. Pois, confesso contra toda vontade que tenho, mas admito temporariamente que se não fossem 3 anos passados da minha vida, eu seria alguém sem vida e totalmente sem graça.
Não sei descrever o quanto sou grata a todos por tentarem me fazer perceber isso, e em vão não quis ouvi-los.
Fiquei durante tanto tempo presa dentro de uma obscuridade infindavel que esqueci como se respira a felicidade. Pois bem, foi deste modo esquisito e sem noção que descobri que amar, não é simplismente dizer "Eu te amo!!", mas que qualquer gesto contrariado e simples são mais eficazes que essa frase decorada e estupida.
É, é dificil esquecer de coisas boas, mas há coisas melhores me esperando. Com grande certeza daqui a poucos dias terei plena certeza do que andei confabulando.
Procurei por tanto tempo explicações que não percebi que ela estava ali, do outro lado do msn.
I love you
Io te amo
Je t'aime

1 medos:

Sheila Almendros disse...

Iamgine, Chris! Sempre que tiver algo, mande pra gente! Faremos questão de postar!
Beijo pra vc!