·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




quarta-feira, 22 de julho de 2009

Il dolore di questo amore

Clara nunca se imaginou passando por um momento tão fúnebre como aquele. Seu rosto ainda estava quente pelas lagrimas que insistiam em cair durante a noite. Agora vestida de preto olhava pela última vez para aquele rosto angelical que a fizera feliz pelos últimos cinco anos. Ali testemunhando o fim de uma vida, se debruçou sobre o corpo gélido de seu grande amor. Ninguém ali seria capaz de dizer a ela que isso era errado. Seus olhos voltaram a ficar marejados ao lembrar do sorriso que ele tinha, das coisas engraçadas que dizia e do beijo que recebera dele antes de partir. Seus pensamentos ficaram nublados ao perceber que se tivesse insistido mais, ele não sairia naquela manhã fria e nunca teria sofrido aquele acidente. Mas tudo acontecera tão depressa, e ele estava muito bem na noite que antecedia a viagem, ainda antes de dormir Clara tivera uma conversa especial com ele e agora seu coração batia mais rápido e mais devagar ao lembrar da última coisa que dissera a ele. "Você não tem ideia de como eu te admiro!". Agora tudo tinha se perdido em um breve momento, não havia mais importância nas coisas ditas. Sua mão tocou a barriga lenta e suavemente, as lagrimas voltaram a cair e seu coração doía fortemente ao saber que havia uma pequena parte dele crescendo dentro dela. O que seria dessa criança depois de nascer? Ela conversara tanto com seu marido a respeito disso e agora....Havia planos e mais planos de viagens romanticas antes da desejada menininha chegar.....Uma casa de praia estava a ser comprada...O berço marfin seria entregue e ele dissera que montaria a qualquer custo para um dia poder dizer que fez tudo pela felicidade geral de seus dois maiores amores."Você será o melhor pai de todos", garantiu Clara e agora onde, por Deus(!), estava aquele que ela jurou ser fiel e amar para toda a vida? Aqueles olhos ali fechados nunca mais seriam abertos mostrando o azul intenso que tinham e fazia a qualquer um se apaixonar perdidamente. Foram esses olhos que há sete fizeram Clara se aproximar de Marcelo. Aqueles olhos....agora fechados. Seu coração se apertou ao perceber que nunca mais o veria acordar de manhã e dizer "bom dia meu sol da manhã". Passando sua mão na dele ela sentiu aquela pena fria que sempre a aquecia durante as noites, sentiu vontade de estar ali do lado dele, no lugar dele.

2 medos:

AtReViDo disse...

Amei. Ps. Tem um selinho para você lá no meu blog. Xau...

Alice Freitas disse...

Aeeew, novo projeto na area (:
agoora vem ai, quer dizer ja chegou haha o lapis de cor http://www.orkut.com.br/Main#Community.aspx?cmm=92305585
é como os outros, vai te um tema e tals :D

desculpa o encomodo :*