·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




terça-feira, 11 de maio de 2010

Pedido do futuro




Biel
"Você estava certo.

Pronto admiti! Por mais que eu quisesse guardar isso só para mim, não seria possível. Aquele pedacinho de você que fiz questão de guardar dentro de mim não permitiria.
Parece que quanto mais o tempo vai passando, mais as coisas vão ficando claras para mim. Eu devia ter te escutado desde o inicio, mas acho que você não pode se lembrar de como eu era teimosa.
Bem, isso não mudou.
Também nem deveria, afinal foi a minha teimosia que me levou até você naquela noite, naquele barzinho no centro.
Era novembro, eu me lembro.
E você que insistia em dizer que em dois, três meses me esqueceria de você. E veja só, se passaram dois, três, dez anos e aqui estou eu, me lembrando que você foi o único que me fez sentir especial, que fez alguns míseros segundos se tornarem mágicos, eternos, tanto que ainda hoje, mesmo estando infindáveis quilômetros de distância me fez perceber que você estava com toda a certeza.
Perdi a aposta. Por completo, admito. Não fui forte, mas acho que nunca quis ser forte.
Claro que você não se lembra do que eu estou falando, nem deveria. No final das contas, eu nunca fiz algo de que você quisesse realmente se lembrar, mas antes que ache que está lendo a correspondência de alguém, deixe-me explicar que essa carta é realmente para você.
Agora mas do que tudo eu te peço, não saia de casa essa noite. Não use aquela blusa listrada que você tanto ama, muito menos vá à cidade esta noite. Porque eu não quero te conhecer.
Não, isso não é piada.
Sei que hoje você vai sair de carro, cantarolando uma música brega, e vai entrar naquele barzinho apenas querendo encontrar seu amigo Bill. Tenho de dizer, o Bill não vai estar lá, ele nem vai ligar dizendo porque não pode te encontrar para azarar umas 'gatas'. Vai ser nesse momento em que você entra no bar, que acaba esbarrando em mim, grita comigo antes de me ver e logo depois se oferece para pagar uma bebida.
Eu não devia ter aceitado, muito menos saído com você depois. Eu queria ter te esquecido em dois, três meses, mas não pude.
Escute-me apenas dessa vez e assista um filme na tv, sei que você ama aquelas sessões pipoca com filmes extra-chatos, faça isso essa noite.
Pelo menos assim, eu nunca chegarei perto de te conhecer, de perder a bendita aposta e me apaixonar por você como você me fez prometer que não aconteceria, porque dói muito saber que hoje você nem se quer pode estar aqui comigo."

Milena
________________________________________
Resultado da votação:
Bem, etão vai ser assim, quando tiver vontade de postar contos eu posto, quando de repente me bater a vontade de postar outras coisas bem loucas vou ver no que vi dar.



9 medos:

jaqlinegsus disse...

*-*
que lindo! ficou muuuuito boa sua carta Chris :)
adorei !

Wendy disse...

Muito lindo.. quem dera podessemos fazer pedidos assim para o futuro

=*

Monique Premazzi disse...

Amei a carta *-*
Como eu queria saber do futuro assim, nossa eu sou louca por essas coisas surreais.
Alias, gostei que você vai mudar um pouco. Aposto que vai ficar ainda melhor mas por favor, não pare de postar contos mesmo ok? Beijos xx

N. disse...

Carta linda e triste ao mesmo tempo...ficou bem bacana (:

;*

mamama disse...

adorei, fico otima, muito fofa...

ah eu adorei seu blog tbm, e os livros do EU RECOMENDO otimos! vc tem um otimo gosto...

um beijo

Jaqueline Jesus disse...

ja comentei,mas voltei pra dizer(de novo) que ficou lindoo *-*
e adorei o seu post no Remenber the sunshine :D

Vitória Silva - @MyRadar_ disse...

Concordo! Seu talento e capacidade vai muito além de simples contos, Chris!
Beijos.

Amanda Gouvêa; disse...

Cara , muuuuuuuuuuuuuito perfeita a carta! *-*
Muito, muito perfeita :D AMEI :)

Monique Premazzi disse...

Que bom que você gostou do texto "marionette" eu realmente estava inspirada naquele dia KKKKKKKKKK
Enfim, quero post novo amigaaaa [a]

xx