·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




sábado, 22 de maio de 2010

Point of view


Me disseram uma vez que quando ficamos cansados de perguntar, é porque o fim chegou.
Mas há dentro de mim aquela dúvida cruel que insiste em me fazer sofrer toda noite como se tivesse pesadelos e acordasse gritando de raiva.
Só que eu chorei como qualquer outra pessoa choraria, talvez um pouco mais adimito. Um oceano de lagrimas saiu de mim aquele dia.
Então percebi que tudo que sabia sobre você era pura mentira.
Porque você me prometeu que o que tinhamos jamais teria um fim, mas foi justamente o fim que me fez ficar assim; Juramos que fariamos de tudo para não deixar nada nos mudar e foram as mudaças que nos separaram.
Nossos sonhos se desfizeram como se fossem simples palavras borradas em uma velha folha de papel perdido no tempo.
Agora é que me lembro que quando eu tinha 6 anos de idade imaginava que viveria como as princesas dos desenhos da Disney, mas nunca encotrei meu principe encantando aos quinze anos e me casei.
Em vez disso fiquei perdida dentro de mim tentando entender porque aquela pessoa que me prometeu me fazer feliz, acabou com meus sonhos.
Foi então que entendi que minhas perguntas já não tinham respostas e que não existe final feliz, porque não vivemos em um eterno conto de fadas.
E eu nã sou uma princesinha ingenua da Disney.

Estou olhando pra você por um outro ponto de vista,
Eu não sei porque diabos me apaixonei por você.
Eu nunca desejaria para alguém se sentir do jeito que eu me sinto.
Mcfly - Point of view
___________________________________________
Paloma(a menina do nariz vermelho) pediu e eu tentei atender: "A vida NÃO é um conto de fadas"

10 medos:

Maria Luisa disse...

ficou muito legal :)
adorei essa parte "Foi então que entendi que minhas perguntas já não tinham respostas e que não existe final feliz, porque não vivemos em um eterno conto de fadas."
E a música do Mcfly é linda *o*
ei,ei voce é de itu tambem?

Monique Premazzi disse...

MEEEEEEEEEEEEEEEEEEU MCFLY [A] MORRI DEMAIS AQUI QUANDO VI O TITULO PRA COMEÇAR, POIS JÁ COMECEI A CANTAR A MUSICA OIASJOSAJIPOAIPJSO [coisa de fã doente] DEPOIS QUANDO EU VI QUE REALMENTE É DELES, EU PIREI *-*

Ficou demais o texto, tão lindo e tudo a ver com a musica. Você atendeu perfeitamente o pedido da Paloma.

p.s: Postei o final do conto ;x

xx

Emi disse...

musica do mcfly me faz feliz, bem de fato não existe conto de fadas /medo dos originais. mas eu gosto de pensar que cada um te seu final feliz, mas não necessariamente seja como e eles viveram felizes para sempre e eum beijo do principe encerra a historia.
beijos

amei o blog

Emi disse...

musica do mcfly me faz feliz, bem de fato não existe conto de fadas /medo dos originais. mas eu gosto de pensar que cada um te seu final feliz, mas não necessariamente seja como e eles viveram felizes para sempre e eum beijo do principe encerra a historia.
beijos

amei o blog

Bell Souza disse...

Ficou legal e é bom saber que as meninas estão acordando para a realidade.

Yanka Vaz disse...

Que texto lindo,você escreve muito bem, na verdade não tem nada de lindo o texto o mais certo seria desencanto. Pois é não existe conto de fadas, e os sofrimentos são reais.
Adoreei o blog, parabéns!
passa no tem: http://yankavaz.blogspot.com/

Bell Souza disse...

Eu fiz a continuação do conto Permanente, vc pediu, então confere lá!

Monique Premazzi disse...

Amiga não surta, eu precisei terminar aquele conto megagigante KKKKKKKKKKKK mas em breve tera outro e se você quiser sugerir o tema do proximo, fala lá no post ok? *-*

Esperando uma nova postagem.
xx

Gêsa disse...

Oi, adorei seu texto.
É preciso sofrer pra entender algumas coisas, contos de fadas nãp são reais. Mas o amor é real e você pode tê-lo para sempre, se souber que haverão dificuldades e se preparar pra elas.
Não sou muito fã de Mcfly mas acho algumas músicas bonitas, a letra dessa é incrivel.

Boa semana, beijo (:

Kamilla Barcelos disse...

Gostei muito do seu texto. Fico muito interessante o seu argumentando que só chega ao fim quando não se tem mais perguntas.
Beijos