·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




domingo, 23 de maio de 2010

Se afoga


Não acredito que acabei de fazer isso!
Tudo bem, as pessoas me chamam de louca e de coisas do gênero, mas dessa vez passei dos limites. E eu nem sei quais são os limites!
Me encostei na parede apavorada, ofegando com o coração batendo na garganta. Minhas mãos estavam encomodadas com o frio da tinta oléo, minhas pernas bambas, meus cabelos bagunçados.
Onde é que eu estava com a cabeça? Me diz porque eu tinha de entrar ali, na porta de madeira a minha frente e dizer aquilo? Onde está a mãe uma hora dessas para gritar comigo e dizer que eu sou tudo o que ela não quer como filha?
Senti um frio percorrer a minha espinha enquanto soltava todo o ar de meus pulmões ao tentar me acalmar e pensar no que fazer agora. Não podia sair daqui assim, desse jeito. Eu teria de passar por aquelas pessoas para sair e elas com certeza ririam e apontariam para mim aos cuchichos comentando o que eu fiz.
Não me orgulho disso, mas entrar gritando em um salão de festas da qual você definitivamente não foi convidada, nem informada, muito menos requisitada não é legal muito legal ainda mais quando a dona da festa te odeia profundamente.

Meu Deus o que eu tinha na cabeça?! E tentar convercer todo mundo que entrei na festa errada, não ia colar.
Respire fundo, respire fundo.
Não acredito que disse aquelas palavras. O que foi mesmo que eu disse?
Ah, sim....
"Prefiro perder a vida do que morrer!"
Coisa mais idiota para se dizer....
____________________________________________
Sério, não era isso que eu queria que ela gritasse no meio da festa, mas é melhor do que "E daí que ainda assisto mais ao banana de pijamas?"

9 medos:

Insights disse...

AAAAAAAAAADOREEEEEIteu blog garota, parabéns, continue assim. Estou te seguindo já, bjjjs

Luis disse...

"...banana de pijamas?..."
kkkkkkk - mais ou ser bem sincero com vc... eu pensei q fosse o único ser humano q já havia ouvido falar neles. tenso eu sei.
¬¬'
e Quanto ao seu texto, ótimo assim como todos os outros. (Y)

Luis disse...

"...banana de pijamas?..."
kkkkkkk - mais ou ser bem sincero com vc... eu pensei q fosse o único ser humano q já havia ouvido falar neles. tenso eu sei.
¬¬'
e Quanto ao seu texto, ótimo assim como todos os outros. (Y)

Rodolpho Padovani disse...

Muito bom seu conto, já entrei em festas sem ser convidado tbm, hehe, mas nunca disse nada como que ela disse...

Bjs e uma boa semana =)

O meu singular disse...

Seguindo aki!
Lindo blog...
Passa la no meu!
http://omeusingular.blogspot.com/

patrícia disse...

ai não entendi. heheh Mas ficou bom menina, que imaginação! bananas de pijamas? EU AMAVA! rs

Monique Premazzi disse...

Que? Você está alokando Chris D: KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK Eu não entendi muito bem, mas eu gostei D: E banana de pijama, wtf? :O

Boa ideia, eu podia fazer um conto com eles, vou ver *-* Obrigada pela sugestão.
xx

mari ebert disse...

nossa rsrs gostei da história, se tiver continuação posta! Ah, deixa ver se eu entendi: vc quer que eu faça um lay pra vc, mas com essa imagem? Sem problemas! Vai lah no blog pra confirmar a encomenda que eu faço tudinho, bjão!

x Débora disse...

Oi linda, deixei selo pra ti no meu blog, passa lá. beijo :*
http://tenhapacienciameu.blogspot.com/