·

Posso confessar uma coisa?
Amo todos vocês que leem, que acompanham meu blog e que o seguem.
Obrigado aos 206 seguidores pelo apoio que dão ao meu primeiro projeto!
Quatro anos de felicidade!!!




quinta-feira, 17 de junho de 2010

Fame (2)

Doze horas antes:
- Seu celular. – avisou Demetria entrando no banheiro – Não conheço esse número. – disse me entregando
Olhei o visor sentindo um arrepio percorrer minha espinha. Esperava não ter que ver mais aquele número. Pensei que todo aquele tormento já havia acabado. Mas, eu devia saber que não era eu que determinava essas coisas. Mesmo que tivessem me prometido que ninguém jamais voltaria a me ligar no meio da noite.
Mas eu queria o que?
Sorri para Demetria e fechei porta para que ela não pudesse me ouvir, sabendo que ela ainda grudaria o ouvido na porta para me escutar. Sentei na privada encolhendo minhas pernas finalmente apertando o botão SEND.
- Graças a Deus você atendeu esse celular, menina! – disse aquela voz estridente do outro lado da linha.
- Algum problema senhora Della Nina? – perguntei quase num sussurro – Afinal está meio tarde para me ligar.
Rezei para que ela dissesse que discou o número errado e que eu não devia ficar preocupada, pois nada de ruim aconteceu. Torci meus dedos em sinal de figa na sorte dela me mandar dormir.
- Temos um grande problema menina! – bradou ela histérica como sempre – Estamos em uma grande enrascada e você vai ter de agir conforme o plano.
O plano. Havia me esquecido completamente dele. Ainda sonhava com um dia em que Raquel Della Nina não me ligaria durante a noite me avisando que algo deu errado e que Rafael Schmidt – aquele ator lindo de morrer que fez o filme “Uma vez é para sempre” – estaria em uma grande enrascada se eu não ficasse de bico fechado e fizesse tudo direitinho como havíamos combinado meses atrás quando ele veio fazer um tipo de ‘seminário’ aqui na cidade para seu mais novo filme Loucuras da Vida. Um filme que nem fiz questão de ver, já que apareci nele sem querer.
Só que não é por causa dessa minha aparição desastrosa no filme que Raquel está me ligando à uma hora dessas, mas sim por que eu dei uma de garçonete na festa de lançamento do filme que foi aqui mesmo e por acaso esbarrei em Rafael com a minha bandeja cheia de vinho, cocas, champigne e tive de levá-lo para a cozinha para limpá-lo. Grande erro meu.
Devia ter largado ele lá no meio da festa daquele jeito e ninguém notaria. As pessoas só notam para o rosto perfeito que ele tem e nada mais, nem mesmo para a atuação dele nos grandes filmes que faz.
Mas eu queria dar uma de boa samaritana e o levei para a cozinha prometendo que limparia aquela sujeira enquanto ele dizia que ‘tudo bem não tem problema’, mesmo sabendo que se meu patrão me visse naquele instante, seria demitida. Só que não reparei quando um fotografo mal intencionado nos seguiu passando por vários outros garçons e entrou na cozinha e nos flagrando em uma cena condenatória.
Raquel havia me prometido que faria de tudo para que aquelas malditas fotos fossem apagadas e que o fotografo receberia uma boa quantia em dinheiro para ficar de bico calado e não dizer nem um pio sobre o que viu naquela noite.
Ai, eu me pergunto. O que Raquel faz me ligando à uma hora dessas depois de meses do acontecido, quando eu tinha certeza de que nenhuma foto seria publicada?
- As fotos vazaram Sara! – berrou ela me fazendo afastar o celular do ouvido – Estarão em todas as revistas de fofoca amanhã de manhã!
Ow não! Não, não, não! Ela havia me prometido que isso jamais aconteceria!
Minha vida se tornaria um completo inferno quando todos dessa cidade vissem aquela foto. Principalmente se Marcelo meu namorado visse aquela foto. O que eu diria a ele? Afinal eu já o namorava quando tiraram aquela foto. Eu estava ferrada. Toda ferrada. Seria motivo de cochichos pela vida toda! Tudo bem que quando aquilo aconteceu, eu não pensei direito e Rafael estava quase bêbado. Disso eu tinha certeza. Ele nem devia lembrar do meu rosto. Nem do que aconteceu.
Erros. Todos nós os cometemos.
_______________________________


14 medos:

Natália disse...

Adorei :D bj

Marcos Lucas disse...

Excelente texto. Fiquei curioso para saber o que vai acontecer. Vai ter continuação?

Camila. disse...

Adorei o texto, tô esperando a
continuação *-*

meus instantes e momentos disse...

parabens pelo texto, muito bom.
Gostei daqui.
Maurizio

Millene disse...

A-M-E-I *-* voltarei sempre !!

Camila. disse...

Você escreve MUITO bem!

Monique Premazzi disse...

Chris, ta incrível!
Eu estou amando cada vez mais *-* Alias, sou suspeita para falar que AMO seus textos, porque eu sou sua fã <3 KKKKKKKKKKK
Continua logo, quero mais *-*

xx

Vitória Silva - @MyRadar_ disse...

Nossa Chris, tá ficando ótimo! Vou vir aqui mais vezes.

A! disse...

Por que o marcador é "contos mal feitos"? Não faz sentido, isso tá ótimo. Quero que continue logo, rs *-*

A! disse...

Ps: tô seguindo! :B

Pirulito que Bate-Bate disse...

Agora eu entendi melhor, rs!
E estou gostando muito, continue sempre quando possível.

Maria Carolina disse...

aiaiai, eu preciso logo dessa continuação. Poste logo a continuação, estou ansiosa para saber o que vai acontecer com a Sara e tal. :)

@juusep disse...

HUM*

Jorge Lima disse...

Nossa estou meio atrasado..
Voce já está no 4º capitulo...
Muito bom o txt...